Turnover no restaurante: saiba como reduzi-lo

3 minutos para ler

Na economia moderna, aquela cultura de permanência em uma mesma empresa por longos anos a fio perde espaço a cada dia.

O profissional de hoje busca dinamismo e possibilidades de aprendizado em diferentes setores econômicos. Por um lado isso tem seus pontos positivos, mas por outro, pode acabar aumentando o nível de turnover.

Se você procura aumentar o engajamento dos seus colaboradores e melhorar os índices de sua companhia, confira as informações que reunimos no post de hoje!

O que é turnover?

Chamamos turnover o índice que mede a rotatividade dos funcionários de uma empresa. O cálculo é bastante simples: divide-se o número de desligamentos no período pelo total de colaboradores no mesmo espaço de tempo.

Como existem diversos motivos que levam ao afastamento de um funcionário do seu estabelecimento, costuma-se classificar o turnover como voluntário e involuntário.

  • Voluntário — quando o empregado pede demissão porque encontrou outro emprego, mudou de cidade, abriu a própria empresa ou qualquer outro motivo.

  • Involuntário — quando o colaborador é desligado por iniciativa da empresa, seja por baixo desempenho, seja por falta de disciplina ou por má conduta.

Qual o impacto dele na empresa?

Aqui, é importante ter em mente que, tanto no caso de desligamentos voluntários como no de involuntários, há sempre um custo para a empresa. Esse dispêndio pode ocorrer em forma de multas e indenizações por demissão ou de queda na produtividade decorrente da necessidade de treinamento de novos integrantes na equipe.

Para identificar que tipo de desligamento é mais comum em seu negócio e diminuir ao máximo a rotatividade no seu quadro de colaboradores, é possível adotar algumas medidas que são simples, porém eficazes.

Como reduzir o turnover?

Agora que você já entende melhor o conceito de turnover e compreende a importância de medi-lo em sua empresa, listamos algumas medidas que podem ajudá-lo a reduzir esse índice.

  1. Contrate de maneira correta — esse é um dos pontos mais reforçados pelos especialistas. Ao entrevistar possíveis funcionários, observe não apenas as habilidades técnicas do candidato, mas também procure avaliar se o perfil dele se encaixa na cultura da empresa.

  2. Desenvolva um plano de carreira  — as pessoas desejam se sentir desafiadas e instigadas a crescerem. Se sua empresa possui um plano de carreira sólido e bem estruturado, que dá aos empregados um caminho claro a ser traçado para o desenvolvimento profissional, ele não se sentirá estagnado na empresa e pensará duas vezes antes de se desligar.

  3. Ofereça benefícios — além da remuneração salarial, procure trabalhar junto ao setor de recursos humanos para criar um plano de benefícios e recompensas para sua equipe. Procure firmar parcerias com outras empresas para oferecer benefícios mútuos aos funcionários de ambas.

  4. Invista em treinamento — assim como o plano de carreiras, investir na constante formação de sua equipe mantém seus funcionários motivados, criando uma percepção de aprendizado constante e, ainda, de crescimento pessoal e profissional.

  5. Disponibilize um ambiente agradável — oferecer um ambiente agradável e bem cuidado, no qual as pessoas se sintam seguras e confortáveis, fará com que seus colaboradores efetuem seu trabalho de maneira mais otimizada.

Então, gostou das nossas dicas para reduzir o turnover no seu negócio? Se você quer aprender mais e levar sua empresa a um novo patamar de desempenho, assine nossa newsletter e receba novidades e mais conteúdos relevantes direto no seu e-mail!

Você também pode gostar

Deixe um comentário