Totem ou Cardápio Digital: Qual a melhor tecnologia para seu Restaurante?

Se você chegou até esse artigo, provavelmente já sabe que o autoatendimento é parte do processo de transformação digital dos restaurantes. Afinal com ele é possível aumentar a eficiência operacional, reduzir custos e fornecer uma experiência mais completa para seus clientes. Mas ainda resta uma questão: totem ou cardápio digital?

O que muda em cada uma das tecnologias e qual você deve escolher para elevar o faturamento do seu restaurante com a venda de até 50% na venda de adicionais?

Não fique em pânico! O presente artigo irá responder, com apenas uma questão, se você deve adotar os totens ou tablets para escalar seu modelo de negócios.

A questão definitiva para escolher entre tótem ou cardápio digital

A pergunta de ouro é: qual seu modelo de atendimento?

Seu restaurante é um bistrô, fine dining, e conta com pedidos super customizados e garçons que são praticamente consultores gastronômicos, então você deve utilizar os cardápios digitais.

Com os tablets, você permite uma apresentação mais moderna e elegante dos pratos e bebidas e mesmo a configuração de um sistema que ajuda seu cliente na construção das harmonizações.

Da mesma forma, os restaurantes mais casuais com atendimento em mesa, mas sem a softiscação de um bistrô, casual dining, também devem adotar os tablets.

A tecnologia desse sistema permite que um único garçom atenda mais mesas e assim seu restaurante suporte os momentos de pico sem precisar de profissionais adicionais e ainda sem comprometer a experiência dos clientes. Benefícios que você pode ver na prática no vídeo da Pizza Hut.

 

 

Além disso, com os cardápios digitais você pode vender muito mais bebidas e adicionais, pois o sistema está disponível na mão do cliente sempre que ele deseja fazer um pedido. Para auxiliar nessa missão de vender mais, o tablets conta com a tecnologia da venda sugestiva. Esse recurso oferece aos clientes opções de complementos e bebidas para acompanhar um pedido.

Esse mesmo raciocínio se aplica aos restaurantes com modelo de rodízio. Nesse sistema, você pode garantir a venda de mais bebidas e sobremesas.

venda mais bebidas com cardápio digital

Por outro lado, os fast foods, categoria que inclui todos os serviços de alimentação em que o cliente nem sequer precisa sentar, ganham mais agilidade e vendas com os totens.

Ao implantar um totem, os fast foods podem coletar pedidos muito mais rapidamente que com caixas humanos, além de realocar a mão de obra utilizada na coleta dos pedidos pode ser realocada em outras funções.

Da mesma forma, a venda sugestiva aumenta em até 50% o faturamento do restaurante.

venda sugestiva com goomer

Em resumo temos a seguinte tabela:

Qual o modelo de atendimento do seu restaurante? Qual a tecnologia ideal? Quais os benefícios dessa tecnologia para seu restaurante?
Fine Dining

(Atendimento de Bistrô)

Cardápios Digitais
  • Melhor demonstração dos produtos;
  • Mais velocidade na entrega dos pedidos;
  • Harmonizações mais precisas.
Casual Dining

(Atendimento casual com serviço de garçom)

Cardápios Digitais
  • Mais velocidade na entrega dos pedidos;
  • Incremento de 30% nas vendas de bebidas e adicionais;
  • Redução das filas e tempo de espera;
  • Redução dos custos operacionais;
  • Redução nas contratações de freelancers.
Fast Food

(Atendimento em balcão)

Tótens de Autoatendimento
  • Mais velocidade na entrega dos pedidos;
  • Incremento de 50% na venda de bebidas e adicionais;
  • Redução das filas;
  • Redução dos custos operacionais.

Com essa tabela, você já deve entender com qual clareza qual melhor modelo para seu restaurante.

Mas se quiser uma ajudinha a mais, clique no link abaixo, fale com um de nossos consultores e entenda como o autoatendimento pode ajudar seu restaurante e seus clientes.

Comentários

comentários