4 dicas para reduzir o tempo de entrega do Delivery no Restaurante

tempo de entrega do delivery
5 minutos para ler

Com o aumento dos pedidos para entrega, as vendas por delivery podem ser responsáveis por uma fatia significativa da sua receita. E, entre os atributos que podem fazer com um cliente dê preferência para um restaurante, geralmente, estão: qualidade dos pratos, preços e tempo de entrega.

Nem sempre é possível controlar os fatores externos que afetam o tempo de entrega, como o trânsito por exemplo. Mas você pode estruturar o seu negócio e operação melhor, para atender os clientes em menos tempo.

E, muitas vezes, ao contrário do que se pensa isso não está relacionado a investir mais. Tudo pode começar com gestão e organização. Então, se você precisa otimizar suas entregas e ainda não sabe como, a Goomer te ajuda.

4 dicas para reduzir o tempo de entrega do Delivery

Quem faz um pedido em um restaurante por telefone, pelo Whatsapp ou qualquer outro meio online tem sempre diversas expectativas. A primeira delas é ser atendido. Depois é ter a certeza e garantia de que o que comprou será entregue com o mínimo de qualidade e, dentro do tempo estimado.

O tempo de entrega é dado pelo tempo de preparo e distância entre o estabelecimento e destino. Portanto, deve incluir desde o momento do recebimento do pedido, até sua entrega no cliente final. Por se tratar de um tempo médio, pode ser menor ou maior que o informado mas é preciso ficar alerta para não atrasar constantemente.

Veja agora algumas dicas dos nossos especialistas para ajudar não só a cumprir com o tempo estimado, como também superar as expectativa dos consumidores.

1 – Tenha um sistema de pedidos

Nada de ficar anotando pedido por pedido na mão. Os sistemas de pedidos agilizam o processo de recepção do pedido e ordem na cozinha. Além disso, facilitam também as rotas logísticas dos entregadores. Ou seja, beneficiam desde a entrada até a saída do pedido.

Sabendo quais são os pedidos, quantidade e endereços toda a logística pode ser pensada para reduzir a entrega. Rotas otimizadas podem fazer com que os custos com combustível, por exemplo, sejam menores.

2 – Tenha estoque organizados

Seja em alta ou baixa temporada é essencial ter os itens necessários no estoque. E não só isso: mantê-los organizados para facilitar a localização, manuseio e reposição.

Ter um controle do estoque simples assim como uma despensa ou área de estocagem bem distribuída e devidamente identificada também impacta diretamente no tempo de entrega.

Basta pensar que, se tudo estiver funcionando normalmente, qualquer ganho no tempo de produção pode compensar o tempo adicional do entregador na rua.

3 – Mantenha padrões na produção

A palavra padrão em uma cozinha é sinônimo de redução de custos e ganho de tempo. Ter os ingredientes porcionados, usar fichas técnicas e ter fluxos de trabalho dentro da cozinha evita o desperdício de alimentos e  economiza tempo.

O mesmo se aplica as embalagens e preparo para a viagem. Deixe as embalagens pré-montadas e os descartáveis como guardanapos e talheres separados. Não se esqueça das etiquetas de produção e lacres de segurança.

Na prática, se todo o processo é conhecido e as “ferramentas” estão a disposição, dificilmente algo sairá fora do planejado.

4 – Garanta o time necessário e defina processos mínimos

Se o seu restaurante atende por delivery, deve investir não só na estrutura mas, especialmente, em pessoas e processos.

Isso não significa ter mais funcionários, necessariamente, mas ter pelo menos alguém dedicado a essa função, pode fazer diferença. Sem contar é claro o(s) entregador(es) que são parte essencial do serviço que você disponibiliza aos seus clientes.

Em termos de processo, tenha claro quais as atividades de cada etapa: preparo, montagem, embalagem, conferência e despacho. Independente do volume de pedidos, ter esses processos definidos fará com que você consiga atender mais pessoas em menos tempo. Se a operação é eficiente, o tempo de entrega também pode ser reduzido. Aproveite para saber também as 4 dicas para aumentar as vendas no delivery.

Mas, e se mesmo assim o pedido atrasar?

O primeiro ponto é: informe o cliente. Mantenha o cliente informado, se possível, durante todo o processo – até para reduzir a ansiedade. O que mais irrita os consumidores não são os atrasos (que podem ser até compreendidos), mas sim a falta de informação.

Mesmo que as entregas não sejam rastreáveis ou possam ser acompanhadas, no caso de qualquer imprevisto informe o cliente imediatamente.

Assim, oriente sua equipe de entregadores para relatar sobre qualquer problema como: endereço não localizado, dificuldade de contato com o cliente, problemas técnicos com o carro, moto ou bicicleta.

Lembre-se de que, quando um cliente entra em contato com o seu restaurante para pedir uma refeição, certamente é porque aguarda para ter um momento agradável ao consumi-la.

Então, pronto para faturar ainda mais com seus pedidos para entrega? Se você ainda não tem um meio rápido e eficiente para vender, pode utilizar o GoomerGo, solução gratuita da Goomer para receber pedidos pelo Whatsapp. Facilite a comunicação com seu cliente e a gestão dos seus pedidos! Venda mais, em poucos minutos.

Você também pode gostar