Soft Opening: conheça o modelo de pré-inauguração de Restaurantes

soft opening
9 minutos para ler

Embora não seja um conceito novo, o soft opening tem sido adotado cada vez mais por novos restaurantes.

Se você pensa em abrir um bar ou restaurante no futuro ou está prestes a inaugurar a sua casa, saiba mais sobre essa estratégia. Entenda todas as vantagens e reduza as chances do seu negócio dar errado!

O que é Soft Opening?

Traduzido ao pé da letra, o termo quer dizer “abertura suave”, mas para simplificar pode ser entendido como uma pré-inauguração do restaurante.

Ao contrário de uma grande inauguração para o público em geral, a pré-inauguração costuma ser um “evento” mais discreto e intimista, para poucas pessoas.

Qual é o objetivo?

Por se tratar de uma fase antes da abertura, um dos principais objetivo é testar a operação. Ou seja, descobrir na prática o funcionamento do restaurante. Também pode ser muito comum para treinamentos internos já que é como um “ensaio geral”.

A partir dos feedbacks recebidos a gestão pode readequar processos e/ou fluxos operacionais, bem como detalhes sobre o menu ou comportamento dos funcionários, por exemplo.

Quando ocorre?

A pré-inauguração do restaurante pode ocorrer na mesma semana ou alguns dias antes do seu lançamento. É preciso ter um intervalo entre a pré-inauguração e a inauguração para todos os ajustes necessários.

Algumas marcas optam por fazer o teste com meses de antecedência. No entanto, como no decorrer de um mês ou de um intervalo maior muitos fatores podem mudar, é recomendável fazer em períodos mais curtos.

Quem convidar?

A inauguração antes da data oficial pode ser realizada para os colaboradores e time interno ou para convidados e público externo.

Os grupos convidados podem ser formados por:

  • clientes;
  • pessoas influentes;
  • mídia especializada (jornalistas gastronômicos, por exemplo).
  • amigos mais próximos.

Vale a ressalva de que, neste momento, é importante contar com pessoas que realmente poderão contribuir para o seu negócio. E, por isso, é dada prioridade a clientes e formadores de opinião.

Quanto custa?

O investimento irá depender do tamanho do evento que você deseja fazer. Se estiver pensando no retorno, tenha em mente que uma pré-inauguração bem feita pode ajudar a atrair mais clientes na inauguração.

Por outro lado, se a grana está curta, em função de tudo o que você já teve que investir antes, opte por fazer algo simples, mas com a “cara” do seu restaurante.

Como planejar a pré-inauguração do seu Restaurante ou Bar

A pré-inauguração deve ser pensada da mesma forma que a inauguração oficial. A melhor forma de encarar esse evento é como um preparo para o grande dia. Portanto, é esperado que tudo esteja dentro do planejado e que funcione perfeitamente.

Veja agora as dicas práticas que selecionamos para você!

  • Convites: primeiro limite e defina o número de pessoas. Faça o convite com antecedência, para que os convidados possam se organizar. Se ainda não tiver uma data definida, envie uma mensagem como um “save the date“, pedindo para que reservem o compromisso na agenda.
  • Ambiente: deixe o seu espaço limpo e organizado. Caso ainda não tenha toda a decoração concluída, não se preocupe. É mais importante pensar na experiência do que meramente em “elementos bonitos”.
  • Equipe: mesmo que não tenha contratado ainda todos os funcionários, tenha à disposição aqueles que cumprirão os principais papéis: cozinheiros, copeiros, garçons. Faça um treinamento sobre os principais processos e explique a dinâmica do dia.
  • Louças e talheres: opte por usar os mesmos materiais ou o mais próximo do que você está prevendo utilizar. Nada de pratos, copos e talheres descartáveis ou materiais improvisados.
  • Cardápio: defina o menu servido e tenha uma forma fácil dos clientes fazerem os pedidos. Cardápios impressos ou cardápios digitais podem facilitar essa etapa.
  • Estoque: tenha um estoque mínimo de todos os ingredientes do cardápio que você irá servir. Confira tudo para que não falte nenhum item e peça para que o(s) chef(s) ou cozinheiro(s) façam o mise en place, ou seja, deixem tudo em ordem para o serviço.
  • Equipamentos: sua cozinha ou copa já devem estar montadas com todos (ou a maioria) dos equipamentos e utensílios necessários para a operação.
  • Sistemas: desde o sistema e pedidos até o de pagamento, tudo também deve ser planejado. Teste toda tecnologia e recursos de automação, assim como a própria internet e wi-fi.

Confira os benefícios dessa ação para o seu restaurante.

6 vantagens do Soft Opening para seu Restaurante

Se ainda está em dúvida se o soft opening é para seu restaurante veja alguns motivos, apontados pelos donos de restaurantes que fizeram essa aposta.

1 – Posicionamento da marca

Seu restaurante é um novo entrante no mercado? Tem uma marca nova? Ao investir na estratégia de soft opening você pode começar a gerar um buzz marketing ou aquele famoso burburinho, gerando assim mídia espontânea.

Já imaginou se os clientes ou convidados fizerem publicações nas redes sociais ou reviews (avaliações) do local, do atendimento, da comida?

2 – Avaliação do cardápio

Pratos, bebidas e sobremesas podem ser avaliados antes do lançamento. Com isso, você e toda a equipe podem receber feedbacks valiosos de quem efetivamente degustou o menu.

É preciso lembrar que entre a concepção de um menu para um restaurante e a sua consolidação serão necessários vários testes. E nada melhor do que contar com avaliações reais e sinceras para isso.

3 – Validação dos preços

Normalmente, no soft opening os pratos, bebidas e sobremesas são cortesias. No entanto, mesmo não cobrando, você também pode validar se os preços são atrativos e qual seria a sua aceitação. Se optar por cobrar, você pode sugerir os preços ou dar descontos.

Dica de clientes Goomer para se inspirar: o Júnior Durski, do Madero, faz a doação de todo o valor arrecadado para uma instituição de caridade, antes de inaugurar suas lojas.

4 – Prova real do Serviço & Atendimento

O conjunto serviço & atendimento também precisa ser avaliado. Da recepção a empatia no atendimento. Do tempo do pedido até o seu preparo. Está é uma boa oportunidade para avaliar (e até cronometrar) tudo.

Não espere que seus convidados sejam menos exigentes e mais pacientes se um pedido chegar errado ou demorar para ser entregue. Não tem desculpas!

5 – Testes operacionais e das tecnologias

Acredite: embora possivelmente você já tenha realizado diversos testes, só saberá se o sistema de pedidos ou se a impressora da cozinha irá funcionar normalmente, por exemplo, quando a operação do restaurante estiver rodando.

Os ajustes na operação serão constantes no dia a dia do restaurante, mas saber dos erros ou ajustes mais críticos antes, pode fazer com que você ganhe mais eficiência e reduza custos.

6 – Maior conhecimento sobre os clientes

Parece bobagem, mas quanto mais você entender sobre as necessidades e preferências do mercado em que atua, maior são as chances do seu restaurante dar certo. Ter interações com os clientes, ouvir opiniões ou sugestões o ajudará a melhorar seu produto, atendimento – seu restaurante como um todo.

Saiba também o que não fazer na pré-inauguração do seu estabelecimento.

3 erros cometidos no Soft Opening

A empolgação e ansiedade nesta fase podem fazer com que os planos saiam diferente do esperado. Por isso, ainda é muito comum que os empreendedores ou equipes cometam erros básicos no pré-lançamento dos restaurantes.

Saiba quais são esses erros e como evitá-los, minimizando com isso o stress e economizado dinheiro.

1 – Não se preparar

Sem planejamento e preparo para a abertura do restaurante, nenhum esforço adiantará. E, pior: todo investimento de tempo e dinheiro será em vão.

Para evitar, procure seguir as dicas propostas aqui e converse também com sua equipe. Faça um planejamento mínimo com datas, responsáveis e prazos.

2 – Não pedir feedbacks

Feedback é feedback, seja ele positivo ou negativo. Portanto, não tenha uma postura reativa ou agressiva. Seja humilde, fale menos e ouça mais e agradeça pela oportunidade de evoluir o seu negócio.

Assim, ao pedir uma opinião esteja aberto a ouvir, procure entender a motivação e busque melhorar.

3 – Não ter um diferencial sustentável

Com novos bares e restaurantes abrindo todos os dias, mesmo a pré-inauguração precisa ter um diferencial. Qual é a sua maior aposta? O menu? O atendimento? Qual é o conceito do seu restaurante?

Lembre-se de que essa é uma boa chance de atrair mais clientes. Portanto, pense em como fazer com que a experiência que você irá oferecer, para clientes ou convidados, seja memorável.

Então, vale mesmo a pena investir no Soft Opening?

Abrir um novo negócio sempre dá aquele frio na barriga – e isso é natural. Embora muitas vezes não dê para minimizar os riscos da própria operação de um restaurante, por meio de estratégias como essa, é possível sentir a demanda e avaliar o comportamento dos consumidores.

Assim, antes de fazer altos investimentos, criar novos pratos no cardápio e abrir novas casas, vale fazer apostas mais seguras e diretas depois de testar. Portanto, o soft opening pode ser sim a “prova” que você precisa antes de dar o próximo passo.

E como saber se a pré-abertura deu certo?

Algumas métricas podem ajudá-lo nessa conclusão. Mas saiba que não há nenhuma melhor do que ter a casa cheia. 

Se as pessoas gostaram da primeira experiência, certamente vão voltar e ainda divulgar para outras pessoas. Para isso, é claro, é preciso ter produtos de qualidade, padrão nos processos e manter a excelência no atendimento.

Boa inauguração e boas vendas!

Você sabia? A Goomer é parte da evolução dos restaurantes e também ajudamos restaurantes que vão começar a sua operação, com nossas soluções de autoatendimento. Fale com um dos nossos consultores que são especialistas em atendimento de restaurantes e descubra o que podemos fazer por você e pelo seu negócio!

Você também pode gostar