como montar um menu degustação

6 elementos essenciais para ter no seu menu degustação

Se você já olhou o cardápio de um restaurante antes de reservar uma mesa, deve ter notado que alguns dos estabelecimentos oferecem algo chamado ‘menu de degustação’.

Este tipo de estratégia, é uma boa saída para os clientes que planejam impressionar em um jantar, aniversário ou simplesmente deseja comemorar uma ocasião especial em família ou com amigos.

O que é o menu degustação?

Conhecido como um “menu amostra”, este tipo de cardápio permite que o cliente experimente diversos pratos, em porções menores.

O(a) chef pode integrar os pratos que são “carro-chefe” da casa, especialidades e ainda pratos exclusivos. Normalmente é acompanhado de bebidas e sobremesas, que ajudam a compor o tour gastronômico.

Como funciona o menu degustação?

O menu degustação foi pensado para conter de 6 a 8 pratos, ou até mesmo mais que esse número. E não pense que serve apenas para restaurantes requintados. Bem planejado, qualquer tipo de negócio pode aproveitar.

Como cada prato é bem menor, os restaurantes tender a oferecer apenas uma amostra do prato. Daí o nome: menu de degustação. Apesar das porções menores, a experiência também pode demorar mais para terminar, muitas vezes até três horas.

A ideia de um menu de degustação é oferecer a você uma variedade de alimentos, sabores e texturas diferentes e mostrar o que os chefs do restaurante são capazes de produzir.

Como preparar um menu degustação?

Assim como uma obra de arte, o menu degustação requer preparos especiais, que vão desde a entrada até a sobremesa. Por isso, ter conhecimentos sobre harmonização e formas de apresentação é essencial para um restaurante cativar o paladar e a preferência dos clientes.

Parece simples, mas a elaboração de um cardápio exige planejamento e dedicação. A ordem e a combinação de sabores, por exemplo, podem impactar no resultado final. Afinal, existe uma lógica que deve ser seguida.

Não basta atender as expectativas dos consumidores, é preciso superá-las. Confira 5 elementos essenciais que farão do seu menu degustação um dos melhores.

1. Cardápio

Talvez sem surpresa, a primeira coisa que você precisa pensar é em quais pratos seu menu de degustação serão apresentados. Uma das melhores maneiras de pensar sobre isso é trabalhando sazonalmente.

Lembre-se, assim como seu menu à la carte, um menu de degustação pode ser alterado ao longo do ano para oferecer interesse e mostrar ingredientes sazonais. 

Falando em personalização, um dos fatores positivos é o cardápio digital. Além de estar na mão ou diante os clientes (no caso do cardápio em tablet), este tipo de menu podem ser ajustados quando você preferir.

2. Organização dos pratos

Depois de pensar no tipo de comida que irão conter no menu degustação, você precisará pensar em quantos pratos ele apresentará. Você também precisará pensar sobre a divisão entre pratos doces e salgados. 

Não existe uma regra definida sobre quantos pratos um menu de degustação deve ter, mas, se você quiser criar uma experiência gastronômica inesquecível, é melhor mantê-la entre 8 e 10. 

Quando se trata da divisão doce/salgado, é sempre melhor dar uma porcentagem maior para alimentos salgados.

A razão para isso é simplesmente que muitas pessoas não gostam realmente de sobremesas e preferem experimentar ingredientes salgados interessantes que nunca provaram antes. 

3. Prato destaque

Embora cada prato deva ser deslumbrante, cada menu de degustação deve apresentar um prato rotulado como ‘o prato destaque‘. Esta é a sua chance de realmente impressionar seus convidados com sua experiência culinária e dar a eles algo sobre o qual queiram conversar e divulgar para as pessoas próximas.

Neste prato, você precisa mostrar combinações de sabores. Ou talvez ser o prato que possui um ingrediente raro ou que custe um valor mais alto.

Este prato precisa ser realmente um destaque no cardápio.

4. Apresentação

Em qualquer tipo de prato, a apresentação é um dos fatores mais importantes, ficando atrás apenas do sabor. Mas em um menu degustação, você precisa se certificar de que tudo está o mais bonito possível.

Por isso, ao escolher os ingredientes, pense nas suas cores e texturas. Este exemplo vai ser tão importante quanto a combinação de sabores. Só cuidado com o tamanho dos pratos. Aqui, menos é mais.

Também lembre-se das louças, elas precisam combinar com os alimentos.

5. Limpadores de paladar

Uma das curiosidades que poucas pessoas conhecem são os limpadores de paladar. Em uma ocasião onde o cliente vai experimentar variados pratos, é importante ‘limpar’ o paladar para que o novo sabor seja contemplado do melhor jeito possível.

Um dos limpadores de paladar mais conhecido é a água com gás. Além do custo benefício, ela proporciona uma experiência mais luxuosa. Caso o cliente não goste, pode ser um sorvete simples ou um chá leve.

6. Venda um passaporte para uma nova experiência

Normalmente, por se tratar de uma refeição completa (pratos, bebidas e sobremesas), o menu degustação pode ter preços mais altos. Se pensar apenas no custo ou valor de venda, você estará olhando apenas para o valor monetário daquilo que está criando.

As experiências de consumo são, antes de tudo, momentos memoráveis, marcantes. E quando se fala em experiências culinárias então, absolutamente tudo pode fazer a diferença. Do nome ao sabor. Do atendimento ao serviço.

Acredite: você não vende comida!

Conclusão

Se existe uma coisa que você precisa se lembrar em um menu degustação é a experiência exclusiva para os clientes.

Se você planeja fazer isso no seu restaurante, não pense duas vezes. Reserve um tempo e planeje seguindo os passos que te mostramos aqui.

Quer receber conteúdos toda semana?

É só se cadastrar que vamos mandar com muito carinho para a sua caixa de entrada.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.