Restaurante Kanpek com foco na experiência do cliente

A marca Kanpek já tem cerca de 20 anos em Taubaté, SP. Segundo os fundadores, a marca nasceu da palavra japonesa kampeki que significa perfeição. Isso mostra o tamanho do compromisso que o restaurante Kanpek tem com a experiência de seus clientes.

Confira a entrevista com nossa cliente Letícia, uma das sócias do Kanpek. Ela nos contou os desafios do restaurante e como os superou com o Goomer.

Quando inaugurou o restaurante?

Letícia: O restaurante Kampek começou com atendimento em balcão e estilo fast food, dentro do shopping, em 2000. A forma como o conhecemos hoje iniciou em 2015, com os fundadores Marcos e Fátima Tokashiki, motivados por um conceito diferente de servir comida japonesa.

O que você considera um dia ideal de trabalho?

L: Um dia ideal de trabalho para o Kanpek é aquele dia em que a casa está cheia, os clientes sendo atendidos cordialmente, os pedidos sendo preparados sem atrasos e sem desperdícios nas mesas.

Quais os desafios que os levaram a aderir o Goomer?

L: A ideia de implementar o sistema de tablets nas mesas surgiu visando minimizar erros humanos. Atender uma demanda no sistema de rodízio sempre foi um grande desafio, ainda mais com poucos garçons. Além disso, muitos pontos da operação poderiam ser melhorados, como por exemplo o desperdício. Muitos clientes acabavam pedindo por impulso ou pediam errado. Com o sistema do Goomer, bem ilustrativo e detalhado, a quantidade de desperdício diminuiu significantemente.

Como o Goomer ajuda a operação?

L: Hoje com o sistema do Goomer, nosso atendimento ficou mais ágil e eficiente. Conseguimos também controlar os itens do cardápio em tempo real, o que nos ajuda muito quando um item fica indisponível. Além disso, não há necessidade de impressão de cardápios todas as vezes que há alguma pequena alteração.

Outro ponto positivo é que os clientes conseguem deixar uma avaliação da experiência diretamente no cardápio digital. Assim, fica mais fácil avaliar o desempenho de nossa operação.

Vocês tiveram dificuldades em implementar o cardápio digital?

L: As principais dificuldades que tivemos nessa trajetória foi a de implementação. O sistema era novo para nossa equipe e para nossos clientes. Os garçons receavam ser substituídos pelos tablets e que os clientes não pagassem mais os 10%. Porém, o sistema foi muito bem aceito em nossa região e o movimento aumentou consideravelmente. Os clientes optam por pagar a taxa de serviço aos garçons mais do que pagavam antes do cardápio eletrônico, porque veem mais valor.

Quais os principais resultados alcançados?

L:  Tivemos um resultado positivo em diversas áreas:

  • Aumento na venda de sobremesas
  • Conseguimos atender mais pessoas por noite
  • Diminuiu o desperdício
  • Otimizamos o tempo para focar mais na qualidade e inovação
  • Clientes mais satisfeitos

Saiba mais sobre nossa solução em: www.goomer.com.br

Otávio Giannotti Lunardi

Formado em Engenharia de Controle e Automação pela UNESP e apaixonado por transformar e ser transformado por negócios; pelo impacto positivo que causamos com pequenas ações.

Comentários

comentários