Restaurantes 4.0 – Episódio 01: MOVIMENTOS DO FOOD DELIVERY E RETOMADA DOS RESTAURANTES PELO MUNDO (22/05/2020)

3 minutos para ler

 

O podcast do dia 22 de maio de 2020 trás dois principais tópicos: Movimentos das empresas de food delivery pelo mundo e como está sendo a retomada dos restaurantes em China, Itália e EUA. Confira abaixo o resumo das notícias e os links comentados no podcast.

Plataformas de Food Delivery pelo mundo

  • iFood aumenta taxa de entrega e preço para pequenas distâncias dobram – Link
  • Grubhub a segunda maior de empresa de food delivery dos EUA cobra mais de 5% para direcionar ligações. Ao buscar pelo restaurante no Google, o consumidor encontra um número de telefone e acha que está ligando diretamente para o restaurante. Porém, esse número é do Grubhub, que direciona para o restaurante e cobra uma taxa. – Link
  • Food Delivery Indianas têm corte de funcionários devido ao corona vírus. A Swiggy, líder de food delivery na Índia, reduziu cerca de 1.000 pessoas no último mês. A Zomato, segunda colocada, reduz 13% dos funcionários (500 pessoas). Eles já tinham feito um corte no ano passado, de 540. Ambas plataformas tiveram queda de 2/3 nos pedidos nas plataformas. A projeção é que de 25-40% dos restaurantes fechem as portas na Índia – Link
  • Uber e Grubhub continuam discutindo propostas de aquisição/fusão. A fusão é ruim para o mercado por diminuir competitividade, mas é boa para ambas empresas, que há um ano estavam em 1º e 2º lugares, mas foram ultrapassadas pela DoorDash. – Link

Retomada dos restaurantes pelo mundo

  • Dados da retomada dos restaurantes na China, após 2 meses do fim da quarentena, movimento está em 30-60% ainda nos restaurantes. Alimentos frescos aumentaram de 50 à 150%. Restaurantes funcionam como uma extensão dos supermercados, vendendo itens para serem preparados em casa.
    Mercado e Consumo – Edição China

  • Retomada dos restaurantes na Itália. Com as pessoas comendo mais em casa, o fator “conveniência” deve cair muito. Com isso, a previsão é que as plataformas de delivery tenham queda de 20% no movimento. E mercados, um aumento maior de 20%, principalmente no setor “fresco”. . Link

  • Nos EUA, Subway está experimentando o conceito de mercearia onde pode vender alimentos para os consumidores preparem e consumirem em suas casas Link

Giro rápido de notícias

  • OpenTable diz que 1/4 (25%) dos restaurantes não vão reabrir. Trazendo para Brasil, podemos dizer que esse número poderá ser acima de 30%. Na cidade de SP esse número pode chegar em 40%. Link

  • McDonald’s, Subway e outros grandes players, divulgaram seus guias e manuais de retomada. Link

  • Alguns restaurantes dos EUA abriram as portas no dia das mães, contra as decisões do governo, onde funcionários e clientes estavam sem mascaras e sem distanciamento. Eles tiveram suas licenças suspensas por 30 dias. Link

  • A Galunion divulgou a segunda onda de pesquisa de como pensa o consumidor brasileiro neste momento. Material obrigatório para todos. Link

  • Whole Foods, uma das maiores cadeias de supermercados dos EUA adquirida pela Amazon, abre sua sexta loja “dark”, ampliando sua estratégia de lojas apenas para delivery nos EUA. Iniciativa se iniciou com o covid-19. Link

 

 

Você também pode gostar