Gestão de restaurantes: saiba 4 dicas essenciais para o sucesso

5 minutos para ler

O setor de restaurantes é altamente concorrido e atrai cada vez mais a atenção dos empreendedores. Isso não quer dizer, no entanto, que não dá para prosperar e crescer nesse ramo. Pelo contrário. O segredo é estar preparado para fazer uma boa gestão. Neste post, vamos dar 4 dicas valiosas de gestão de restaurantes que, se seguidas, garantirão o sucesso de seu negócio.

1. Cuide da imagem

Se, em qualquer negócio, a imagem é importante, na gestão de restaurantes ela é fundamental. Por isso, toda a atenção deve ser dada a esse aspecto. Manter o ambiente limpo, por exemplo, deve ser quase uma obsessão, afinal comida não combina com sujeira, não é mesmo? Monitore constantemente a limpeza dos banheiros, da cozinha e do salão. Também não se esqueça daqueles ambientes que não são frequentados pelos clientes: estoque, área de descanso dos funcionários etc.

Lembre-se de que o ambiente deve proporcionar conforto para o cliente. Isso não significa necessariamente instalações luxuosas, mas sim, aconchegantes: temperatura agradável, música em um volume que não atrapalhe a conversação e disposição do mobiliário de um modo que favoreça a livre circulação pelo salão. Boa parte do tempo em que o cliente permanecer em seu estabelecimento, ele estará sentado, portanto, cadeiras confortáveis aumentarão sua sensação de bem-estar.

Fique atento também à comunicação visual. Use as cores, a iluminação, a disposição do mobiliário e a decoração para melhorar a experiência do cliente e fazer com que seu restaurante seja o primeiro na sua mente toda vez que ele sair para comer fora.

2. Cuide da qualidade

Pouco adianta uma imagem impecável se o serviço não for prestado com qualidade. Por isso mesmo, jamais descuide do sabor e da aparência dos pratos servidos. Selecione com cuidado seus fornecedores, de modo que nunca falte em quantidade e em qualidade os ingredientes necessários.  Cuide para que os processos da cozinha sejam padronizados.

Tenha uma equipe altamente treinada para oferecer um atendimento impecável. Seu colaborador deve estar atento para atender às necessidades dos clientes, sugerir pratos e bebidas, sem, no entanto, ser invasivo. É preciso que o cliente se sinta totalmente à vontade para fazer seus pedidos no tempo em que considerar necessário. As pessoas frequentam restaurante para comer, mas, eventualmente, para conversar e conviver também. Para isso, é preciso que se garanta alguma privacidade e muito conforto

3. Cuide do caixa

Embora um restaurante movimente um grande fluxo de dinheiro, seus custos são também muito altos. Por isso, seu fluxo de caixa deve ser administrado com todo cuidado. Jamais se esqueça de registrar todos os gastos e todas as receitas, mesmo aquelas de valor aparentemente insignificante. Faça um controle rigoroso dos custos. Igual cuidado deve ser dispensado ao estoque, dada a quantidade de produtos perecíveis, para evitar tanto a falta quanto a perda de alimentos por prazo de validade vencido.

Na hora da formação dos preços, não se esqueça de levar em consideração a sustentabilidade de seu restaurante. Pergunte-se se o preço que o mercado está disposto a pagar é suficiente para cobrir seus custos e garantir o lucro necessário para justificar a existência de sua empresa.

Crie uma cultura organizacional que preze a redução do desperdício. Apagar a luz quando deixar um ambiente, não deixar as torneiras abertas quando não estão sendo utilizadas, fazer um aproveitamento integral dos alimentos são atitudes que representam uma economia significativa no final do mês para a gestão de restaurantes.

Tenha uma rotina de manutenção preventiva dos equipamentos. Isso aumenta a sua vida útil e evita despesas inesperadas com reposição de freezeres, fogões, aparelhos de ar condicionado etc.

4. Cuide da conformidade

O setor de alimentação, incluindo os restaurantes, estão sujeitos a uma série de normas legais. Lei antifumo, lei seca, lei do silêncio são apenas alguns exemplos. Estar atento às exigências da legislação evita dor de cabeça e despesas com multas e custas processuais. Por fim, dois outros atributos também não podem faltar em seu restaurante: conectividade e acessibilidade.

Agora que você já conhece essas dicas essenciais sobre gestão de restaurantes fica bem mais fácil se destacar nesse mercado, não verdade? Quer saber mais? Assine nossa newsletter e descubra como reduzir os custos, melhorar a experiência do cliente e turbinar o faturamento de seu estabelecimento.

 

[mk_image src=”https://blog.goomer.com.br/wp-content/uploads/2015/04/Os_10_Mandamentos_da_gestao_de_bares_e_restaurantes_cta.png” image_size=”full” link=”https://blog.goomer.com.br/blog/os-10-mandamentos-da-gestao-de-bares-e-restaurantes/”]

goomergo cardapio digital whatsapp
Você também pode gostar

Deixe um comentário