5 dicas para vender mais acompanhamentos do cardápio

vender mais acompanhamentos no restaurante
5 minutos para ler

Muitas vezes os destaques dos restaurantes costumam ficar por conta dos pratos principais. Mas, os acompanhamentos do cardápio são excelentes opções para completar a experiência gastronômica.

Veja como oferecer refeições ainda mais nutritivas e saborosas ou combinações que façam seus clientes consumir e recomendar.

O que são os acompanhamentos do cardápio?

Geralmente, os acompanhamentos são dispostos em recipientes separados, e em porções maiores, para que os clientes decidam como se servir.

Diferente de uma guarnição, por exemplo, os acompanhamentos do cardápio são pedidos adicionais que não compõem o prato principal e, portanto, são opcionais.

Seu principal objetivo não é deixar o prato esteticamente mais bonito, mas quando se fala em riqueza nutricional e diferentes combinações de sabores, essa é uma aposta certa.

Por exemplo: uma massa pode acompanhar uma carne (prato principal), assim como um filé de peixe pode ser acompanhado por um risoto.

As bebidas e sobremesas também podem ser entendidas como acompanhamentos, uma vez que complementam a refeição.

Alguns acompanhamentos comuns:

  • Arroz;
  • Feijão;
  • Macarrão;
  • Purês;
  • Molhos;
  • Batatas fritas;
  • Saladas;
  • Bebidas;
  • Sobremesas.

Alguns restaurantes oferecem um número limitado de acompanhamentos e já incluem no preço do prato da entrada, como uma refeição combinada. Por outro lado, existem aqueles que, muitas vezes, só vendem os itens separadamente, no cardápio à la carte.

Agora que você já sabe o conceito, vamos as dicas práticas para aumentar seu faturamento.

5 dicas para vender mais acompanhamentos do seu cardápio

Ter um cardápio farto e cheio de opções é uma estratégia muito comum dos resturantes de sucesso. No entanto, para garantir que os acompanhamentos disponíveis no seu cardápio sejam vendidos, é preciso seguir algumas recomendações.

Do contrário, a grande variedade de produtos oferecidos pode só elevar seu custo de estoque. Vamos lá? Então, tome nota:

1 – Tenha um número limitado de acompanhamentos

Um erro clássico quando dos restaurantes é criar acompanhamentos do cardápio sem pensar exatamente em como podem ser consumidos.

Muito mais importante que a quantidade é a qualidade e relevância dos acompanhamentos do cardápio. De nada adianta ter inúmeras opções que não tem saída.

Assim, a recomendação é começar sempre pelo que harmoniza com os pratos principais. Ao pensar nas possíveis combinações fica mais fácil definir o que inserir no cardápio e vender esses itens separadamente.

2 – Destaque os acompanhamentos no cardápio

A melhor maneira de fazer com que os produtos complementares sejam vendidos é fazer com que os clientes saibam deles. Assim, ofereça aos seus clientes a possibilidade de personalizarem seus pedidos.

Lembre-se de que a personalização não é apenas retirar ou incluir ingredientes de um prato, por exemplo. A venda de outros produtos também tornam o pedido único, de acordo com as preferências dos consumidores.

Uma boa dica é criar seções específicas em seu cardápio. Assim, os molhos mais elaborados para lanches ou saladas, pães especiais para sopas ou os legumes selecionados podem compor aquela refeição, saindo do “trivial”.

3 – Faça vendas sugestivas

O acompanhamento adequado melhora o sabor do prato, proporciona equilíbrio e ainda contraste de sabor. No entanto, muitas vezes os consumidores não sabem disso – e nem tem a obrigação de saber.

Portanto, além de destacar esses itens no cardápio, facilite os pedidos montando combos ou apresentando sugestões pré-definidas. Acredite: fazer vendas sugestivas pode ajudá-los a fazer a melhor escolha.

Essa não é só uma oportunidade de fazer mais vendas e aumentar o tícket médio, mas também de explorar outros itens do cardápio de maneira estratégica. E melhor: agrandando os clientes com aquilo que você sabe que dá certo!

4 – Ofereça degustações

Os itens de alta margem podem ser servidos como uma degustação gratuita, especialmente se os acompanhamentos forem novidades, ou sejam, tiverem sido inseridos no cardápio recentemente.

Pedidos feito no delivery, por exemplo, podem incluir pequenas amostras ou materiais promocionais, divulgando outras combinações.

Essas estratégias podem criar o conhecimento necessário dos clientes para os acompanhamentos do cardápio e, eventualmente, aumentarão ainda sua demanda. Que tal experimentar?

5 – Crie um rodízio de acompanhamentos

É isso mesmo! Você não leu errado. Hoje em dia já existem rodízios de acompanhamentos. Essa é, sem dúvida, uma forma muito criativa para que seus clientes experimentem novos produtos, novas versões ou combinações dos pratos ou bebidas.

Em termos de vendas, você fará com que os itens do seu cardápio tenham maior giro e ainda pode ganhar a preferência de novos clientes. Para aqueles clientes que fazem sempre o mesmo pedido, isso pode significar uma experiência mais saborosa e divertida.

Quer saber como o cardápio digital da Goomer pode ajudar o seu restaurante a aumentar a venda de acompanhamentos? Crie seu cardápio digital gratuito agora mesmo e venda mais dentro do restaurante e no delivery!

goomergo cardapio digital whatsapp
Você também pode gostar