Como fazer um treinamento eficiente para garçom?

3 minutos para ler

Para que um restaurante seja popular em sua região e elogiado por seus clientes, é preciso que ele apresente uma equipe eficaz na cozinha. Além disso, é essencial que essa equipe monte pratos saborosos e que agradem ao paladar de seu nicho de mercado em um ambiente confortável. Mas, para que ele seja bastante frequentado, há ainda outro time importantíssimo: a equipe de garçons. O garçom precisa receber, além de educação e alta instrução, condutas que os tornem capazes de atender, da melhor maneira possível, todos os tipos de clientes que frequentem seu estabelecimento. Quer saber como treinar seu garçom de maneira eficiente? Confira:

Exercite as técnicas próprias do servir bem

Um bom garçom deve ser cortês, mas sem ser intrometido ou indiscreto. Expressões clássicas da boa educação — como “com licença”, “obrigado” e “boa noite” — devem fazer parte do vocabulário habitual do profissional. Ele deve transmitir paciência e atenção às pessoas e ser receptivo às impressões e ideias dos fregueses, a fim de entender e resolver suas necessidades. O garçom deve aprender técnicas apropriadas de todos os serviços que vai prestar, desde a anotação de pedidos e colocação ordenada dos talheres à mesa, até o momento de servir os pratos ou recolher os pagamentos dos clientes, sempre dentro dos aspectos organizacionais e moldes do estabelecimento.

Exija boas normas de conduta

A boa imagem do profissional de servir não deve existir apenas diante de clientes. Por isso, ele não deve falar mal dos colegas, nem do local de trabalho. É importante manter certo nível de formalidade com a clientela, falar em tom de voz mediano e não mostrar ansiedade ou desgosto na circulação no salão.

Treine a postura dos garçons

Quando os garçons têm uma posição elaborada dentro do ambiente, vestimentas arrumadas e uma postura que se repete de forma padronizada, a impressão das pessoas é de que o local tem uma organização impecável. Portanto, vale a pena investir nesse aspecto também. O garçom deve, pelo menos, conservar uma postura ereta e elegante, sem tensionar o tronco. Se as mãos estiverem desocupadas, devem ser colocadas para trás do corpo, sem se escorar nos móveis ou paredes do ambiente. É valido criar pontos estratégicos em que o profissional veja o máximo possível do ambiente e aguarde, em posição de alerta, para ser chamado. Isso impede um trânsito ruim dentro do lugar.

Busque aprimoramento profissional

É conveniente preparar o lugar e organizar as formas de atendimento conforme as tendências de seu nicho de mercado, datas comemorativas e eventos especiais. A equipe de garçons deve acompanhar as novas técnicas de venda, apresentação e relacionamento com clientes. Para isso, é válido investir em mais treinamentos específicos e avaliar os resultados. Na maioria das vezes, é bom que esses profissionais conheçam outros idiomas, para que se comuniquem com os turistas e clientes estrangeiros.

Quer descobrir outras boas dicas para treinar a equipe de seu restaurante? Clique aqui e continue melhorando os serviços do seu estabelecimento! E conte para a gente: como está seu time de garçons atualmente? O que você pode fazer para melhorar o atendimento e fazer com que eles sejam cada vez mais elogiados por seus clientes? Comente!

 

[mk_image src=”https://blog.goomer.com.br/wp-content/uploads/2017/01/ebook-treinamento.png” image_size=”full” link=”https://materiais.goomer.com.br/treinamento-de-equipes-para-restaurante”]

 

Você também pode gostar