Cardápio para Delivery: veja TUDO o que você precisa para montar o seu!

cardápio para delivery - caixas de pizza em cima da mesa
5 minutos para ler

Com o aumento das vendas online pensar na criação de um cardápio para delivery deixou de ser opcional, para ser obrigatório a todos os restaurantes.

Acredite: quanto mais bem pensado e planejado o menu e a operação do seu restaurante para esse modelo de negócios, maiores serão os potenciais de ganhos.

Então, aproveite esse conteúdo exclusivo, criado pelos nossos especialistas para saber ponto a ponto o que precisa ser feito.

Como montar um Cardápio para Delivery?

Uma das vantagens da internet é fazer com que seu restaurante chegue a mais lugares. No trabalho, na residência, no momento do lazer – independente de onde for, hoje em dia, não há mais barreiras neste sentido.

Seja para um pedido no almoço, para a compra de frutas no final de semana, para aquela reposição de itens da geladeira. Com poucos cliques, os clientes têm acesso a diversas alternativas.

Logo, para se destacar, é preciso ter um cardápio para delivery bem elaborado. Por isso, preparamos esse guia. Veja agora por onde começar:

Defina o que você vai vender e entregar

Para quem já tem um restaurante parece ser uma boa ideia disponibilizar todos os itens do menu para entrega, não é mesmo? Nem sempre…

Seu mix de produtos não precisa ser necessariamente o mesmo servido no restaurante. O cardápio para delivery deve levar em consideração outros pontos relevantes como:

  • perecibilidade ou shelf life dos alimentos ou produtos prontos;
  • Embalagem e temperaturas ideais para o envio;
  • Acondicionamento na logística;
  • Instruções para armazenamento (se não for consumo imediato).

Produtos secos e embalados individualmente não apresentam tanta problemas. Mas, os alimentos quentes ou frios, por outro lado, podem depender de embalagens específicas.

Ao enviar para os seus clientes os pratos prontos calcule o tempo entre o aquecimento e a entrega, para que não chegue frio, por exemplo.

Por onde começar:

  • ao escolher o sortimento, inicie selecionando os pratos mais rentáveis e pense nas adequações indispensáveis;
  • como são produtos de preferência dos clientes podem indicar o que funcionará no delivery e justificar qualquer investimento adicional para permitem que os clientes recebam em outros locais.

Crie seu Cardápio Digital

Assim como a porta do seu estabelecimento é o canal de entrada dos clientes, seu cardápio digital faz as vezes. Apesar de ainda ser visto apenas como um “livreto”, o cardápio é uma ferramenta de comunicação e de vendas.

Como tal deve ter todas as informações para os consumidores escolham os pedidos, mesmo a distância. Se, em algum momento faltam informações, se as informações são confusas você pode deixar de vender.

Ao preencher as descrições do cardápio procure focar no que é mais relevante: o que é, como é feito, quanto custa, como será entregue (e em quanto tempo).

Lembre-se de que essas informações devem ajudar as pessoas a fazer o pedido. E se restarem dúvidas, pode ser porque sua comunicação não está clara o suficiente.

Com soluções gratuitas e a partir de ferramentas já existentes, é possível ter seu cardápio, canais de vendas e/ou de atendimentos mais rápidos e efetivos.

Por onde começar:

Planeje a sua operação

Se você é iniciante, faça primeiro um teste delimitando a área de atendimento ou cobertura. Neste planejamento prévio, aproveite para desenhar como funcionaria a sua operação.

Liste os recursos necessários e faça cotações para ter uma ideia dos custos. Isso ajudará a ter uma melhor noção do quanto custará seu projeto e até mesmo de outras demandas operacionais.

Antes de sair por aí contratando mais pessoas, investindo em equipamentos ou meio de transportes defina uma praça e faça esse experimento.

Por onde começar:

  • Avalie entre os seus frequentadores de qual área são. Esse pode ser um indicativo de áreas de atendimento. Estude qual(ais) região(aões) próxima(s) ao seu ponto ou localização você conseguiria atender inicialmente. Priorize por onde vai iniciar os serviços;
  • escolha a forma como fará a entrega: se a partir de equipe própria ou terceirizada. Ajuste seus preços com os valores da entrega (caso cobre dos seus clientes);
  • só então divulgue o link do seu cardápio para clientes, potenciais clientes, familiares e amigos e informe sobre a nova forma de atendimento.

Porque seu Restaurante deve apostar no Delivery?

Mesmo antes do início da pandemia, o delivery já tinha se provado uma grande aposta para vencer a crise.

De cada 10 pedidos realizados a distância hoje, 8 são feitos pela internet – comprovando também o uso e importância do cardápio para delivery. Isso inclusive fez com que alguns empreendedores repensassem seu modelo.

E enquanto alguns restaurantes estão incluindo essa opção ou migrando seus negócios outros, mais recentes, já nasceram praticamente online.

Outro motivo além do volume de vendas e da escala digital é a redução de custos. Manter um espaço, pagar aluguel, ter equipes maiore, tudo isso torna a operação de um restaurante mais complexa e cara.

Restaurantes com operaçõs mais enxutas e pensados para atender somente entregas têm se destacado ultimamente. Em outras palavras, isso também quer dizer que se você ainda não está online, pode estar perdendo clientes para a concorrência.

goomergo cardapio digital whatsapp
Você também pode gostar